fbpx

“Ao que tudo indica, paramos de piorar”, diz presidente do Ceise Br

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O presidente do CEISE Br, Paulo Roberto Gallo, fez uma exposição sobre o atual cenário do setor sucroenergético e as perspectivas para 2017, destacando os bons preços do açúcar – com previsão de que continuem remuneratórios pelo menos até 2019 –, além também da melhora do mercado de etanol.

Segundo ele, observa-se na indústria de base certa recuperação de sua atividade, ainda que longe do ideal, direcionada mais aos serviços de manutenção de entressafra. “A partir do próximo ano, o setor vai poder dar uma respirada. Ao que tudo indica, paramos de piorar”, destacou.

A perspectiva foi anunciada na sexta-feira, 2, do Seminário Industrial do Grupo de Estudos em Gestão Industrial do Setor Sucroalcooleiro (GEGIS), no Centro Empresarial Zanini, em Sertãozinho.

De acordo com Gallo, o setor tem uma boa impressão com relação à interlocução do governo federal com as usinas sucroenergéticas. “Tanto é que estão lançando o Programa Renova Bio 2030, que pretende dobrar a produção brasileira de etanol, aumentando 20 bilhões de litros por safra, até 2030”, disse.

As informações são da Revide.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X