JornalCana

Anunciada terceira planta de etanol de milho no Vale do Araguaia

Região se torna polo de investimentos do setor

A FS confirmou a construção de uma planta de etanol de milho em Querência, no Vale do Araguaia, em Mato Grosso. Recentemente, foram feitos anúncios das usinas de etanol de milho da Agrícola Alvorada em Canarana e da 3Tentos em Porto Alegre do Norte, totalizando o investimento de aproximadamente R$ 5 bilhões na região.

O anúncio da nova usina em Querência foi realizado durante a visita do prefeito Fernando Gorgen a São Paulo, onde se encontrou com Rafael Abud, CEO da FS, que já possui unidades em Lucas do Rio Verde, Sorriso e Primavera do Leste,

Além do Vale do Araguaia, o Pará também está se destacando no cenário de biocombustíveis, com o anúncio da criação da joint venture Grão Pará Bioenergia para a construção de uma refinaria de biocombustíveis em Redenção, sudeste do estado. Os investimentos previstos superam R$ 2 bilhões até 2029, com foco na produção de etanol de milho.

LEIA MAIS > Produção de etanol de milho registra crescimento de 40%

A produção de etanol de milho no Brasil está projetada para alcançar um crescimento histórico em 2024, conforme discutido na recente Conferência Internacional sediada em Cuiabá. A União Nacional do Etanol de Milho (Unem) estima que o país atinja aproximadamente 6,3 bilhões de litros desse biocombustível no próximo ano, marcando um aumento significativo em comparação com os números de 2015.

Esse crescimento, projetado em 36% em relação ao ano anterior e em 800% nos últimos cinco anos, é impulsionado pela expansão da capacidade produtiva, pela adoção de tecnologias que aumentaram o rendimento industrial e pela crescente demanda internacional por biocombustíveis.

Durante o evento, também foi destacada a posição de destaque de Mato Grosso na produção de etanol de milho. A Associação dos Produtores de Soja e Milho do estado (Aprosoja-MT) enfatizou que Mato Grosso possui cerca de 7 milhões de hectares dedicados ao cultivo de milho, representando 10% de sua área total, enquanto mantém 65% de seu território preservado.

LEIA MAIS > 24 usinas iniciaram a safra 2024/25 na primeira metade de março

Jorge Diego Giacomelli, 2º diretor administrativo da Aprosoja-MT, ressaltou o potencial sustentável da produção agrícola do estado, destacando-o como um local ideal para investimentos na indústria de etanol de milho. Ele enfatizou o compromisso de Mato Grosso em garantir uma oferta estável de matéria-prima e expressou disponibilidade para futuras colaborações visando fortalecer ainda mais o setor de biocombustíveis.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram