fbpx

ANP terá novo formato de levantamento de preços em setembro

Pesquisa foi interrompida no período de 23/8 a 7/9 até novo contrato ser assinado

O novo formato do Levantamento de Preços de Combustíveis (LPC) da Agência Nacional do Petróleo (ANP) está previsto para setembro.

A pesquisa acompanha semanalmente os preços dos combustíveis automotivos e do GLP (gás de cozinha), que são divulgados semanalmente no portal da Agência.

Como o contrato com a empresa anterior já foi encerrado, a pesquisa foi interrompida no período de 23/8 a 7/9.

O novo contrato com a empresa que prestará os serviços para a Agência já foi assinado e está prevista para 14/9 a publicação dos dados coletados a partir de 8/9.

A nova pesquisa utilizará um formulário eletrônico, que irá capturar a geolocalização do pesquisador, com data e hora, e solicitar a inclusão de fotos do posto e do painel de preços, garantindo a confiabilidade e a rastreabilidade dos dados.

LEIA MAIS > Livre mercado de açúcar e etanol é defendido por entidades do setor

Além disso, o LPC não captará mais os preços pagos pelos postos às distribuidoras, pois, atualmente, as Resoluções ANP nº 729/2018 e nº 795/2019 já obrigam os distribuidores a fornecerem esses dados por meio do Sistema de Movimentação de Produtos (SIMP). Esses dados passarão a ser disponibilizados no portal da ANP.

A abrangência geográfica da pesquisa, que inclui 459 localidades, continuará a mesma, bem como a periodicidade (semanal) e o número de postos (cerca de 6 mil) e revendas de GLP (cerca de 4.400) pesquisados por semana.

De acordo com os critérios da licitação, a contratação prevê a gradual expansão das amostras da pesquisa. Na primeira etapa, o levantamento abrangerá, pelo menos, as 26 capitais estaduais e o Distrito Federal.

A adição de localidades se dará ao longo de oito etapas, até atingir as 459 localidades.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

12 − 10 =

X