fbpx

Anfavea revê para baixo previsões de 2015

A Anfavea (associação nacional das montadoras) revisou as previsões para 2015. De acordo com os dados divulgados nesta terça-feira (7), a produção de veículos leves e pesados deverá ser 10% menor em 2015 em relação a 2014. Antes, a entidade previa estabilidade, com expectativa de leve crescimento.

Anfavea: produção de veículos leves e pesados deverá ser 10% menor em 2015

A queda na produção de carros de passeio e comerciais leves entre janeiro e março ficou em 14,3% na comparação com igual período de 2014. A situação é mais grave no segmento de caminhões, com retração de 49,3%. Na média, a indústria automotiva recuou 16,8%.

O cenário recessivo tem sido o principal tema das conversas entre o governo e a Anfavea. A entidade propôs a criação de um plano de proteção ao emprego.

Hoje, a principal medida para evitar demissões nas fábricas é a adoção do “lay-off” (interrupção temporária de contratos de trabalho), que tem prazo máximo de cinco meses de afastamento, com parte do salário financiado pelo FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

A associação não deu detalhes, mas a proposta inclui a adequação da carga horária à demanda no período crise, ajustando a produção.
Vendas

As vendas de carros leves e pesados caíram 17% no trimestre em relação ao ano passado, o que fez a Anfavea reconsiderar também os números de licenciamento para 2015. A entidade calcula queda de 13,2%, já considerando melhora no segundo semestre. Dessa forma, seriam licenciados cerca de 3,04 milhões de automóveis, caminhões e ônibus neste ano.

Em um recorte sobre o segmento de pesados, a associação prevê queda de 31,5%, com 113 mil emplacamentos.

Os estoques também subiram, chegando a 46 dias em março ante 42 dias em fevereiro.

(Fonte: Folha de São Paulo)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X