fbpx
JornalCana

Aneel eleva limites de preços para energia no mercado à vista

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou novos limites (máximo e mínimo) para o preço da energia negociada no mercado à vista (spot) para 2017. A decisão, tomada pela diretoria do órgão regulador, afeta diretamente os custos de compra e venda baseados no Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), fixados semanalmente pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O preço máximo do PLD sobe de R$ 422,56 por megawatt-hora (MWh) para R$ 533,82/MWh em 2017. Já o preço mínimo passa de R$30,25 MWh para R$ 33,68/ MWh. Para definir o PLD mínimo, a Aneel considera o custo da energia elétrica mais barata oferecida no sistema brasileiro, que é produzida por antigas hidrelétricas. Essas usinas já amortizaram todo o investimento de construção e têm o custo da energia definido, basicamente, pela despesa de operação e manutenção.

A atualização do PLD máximo vai alterar as faixas de acionamento das bandeiras amarela e vermelha na conta de luz. O acionamento da bandeira amarela deve ocorrer quando o preço da última usina térmica despachada no sistema, pelo critério de menor custo for igual ou superior a 50% do valor máximo do PLD.​​

As informações são do Valor.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram