Vendas de etanol têm queda na primeira quinzena de maio

No período foram comercializados 990,82 milhões de litros de etanol

Na primeira quinzena de maio deste ano, as unidades produtoras do Centro-Sul comercializaram 990,82 milhões de litros de etanol, o que representa uma retração de 17,27% em relação ao mesmo período da safra 2021/22.

No mercado interno, o volume de etanol hidratado comercializado foi de 605,58 milhões de litros, com uma queda de 24,31% em relação ciclo anterior. As vendas domésticas de etanol anidro, por sua vez, totalizaram 363,92 milhões de litros na quinzena, invertendo a tendência do mês de abril e registrando uma queda de 4,85% na comparação com 2021. No acumulado da safra, foram comercializados 1,99 bilhão de litros de hidratado domesticamente (-11,95%) e 1,1 bilhão de litros de etanol anidro (+7,78%).

LEIA MAIS > Bolsonaro sanciona lei que facilita redução de tributos cobrados sobre combustíveis

Antonio de Padua Rodrigues, diretor da UNICA, explica que “a queda no volume comercializado de etanol anidro é consequência da maior importação para o mês de maio que, conforme alguns line-ups, deve ultrapassar 120 milhões de litros. Quanto ao etanol hidratado, ao que parece, está ocorrendo um ajuste nos estoques operacionais das distribuidoras. Após a contração do mercado no mês de abril, conforme divulgação realizada pela ANP, não houve a necessidade de manter um ritmo aquecido na compra do produto dos produtores”.

Desde o início da safra 2022/23, as unidades produtoras comercializaram 3,21 bilhões de litros de etanol, o que representa uma queda de 4,32% em relação ao mesmo período da safra anterior. Desse volume, as vendas de etanol hidratado totalizaram 2,03 bilhões de litros (12,67%); já as de anidro, 1,19 bilhão de litros (+14,35%).

 

 

etanolUNICA