Usina São Luiz comemora 70 anos com recorde de produção

Na safra 2021/22 a usina moeu um total de 2.680.930 toneladas de cana
(divulgação)

Fundada em 1951, a Usina São Luiz, completou ano passado 70 anos de existência. Além da marca histórica, a usina também comemora um final de safra 2021/22 recorde com a moagem de 2.680.930,210 toneladas de cana. Uma produção de 4.467.236 sacas de açúcar, 86.343.000 litros de etanol, 1.556.250 kg de levedura e 86.373,800 Mw/h de geração de energia.

Além dos bons números da produção, a usina também obteve a certificação GPTW, como um ótimo lugar para trabalhar. Great Place to Work (GPTW) é uma empresa global que realiza consultorias para organizações que buscam melhores resultados e que entendem que colocar o fator humano no centro da sua estratégia de negócio é o melhor caminho para isso.

Localizada no município de Ourinhos – SP, a usina foi fundada no ano de 1951 por Orlando Quagliato, com o apoio da esposa, Rosa Angelieri Quagliato. Atualmente, é administrada pela segunda e terceira geração que constituem a Diretoria Estatutária e Executiva.

LEIA MAIS >Safra 2022/23 deverá ter moagem 7,2% maior que a atual no Centro-Sul

A empresa se orgulha de ser uma das organizações mais tradicionais da região, gerando em torno de 2.300 empregos diretos, trazendo benefícios para a comunidade.

Ao longo desta trajetória, além das mudanças e atualizações do agronegócio, a companhia vem se modernizando constantemente. Novos processos de cultura, produção e beneficiamento de matéria-prima, investimento em pessoas e tecnologias e busca por resultados cada vez mais consistentes e sustentáveis.

A usina conta com 2.300 colaboradores; 31.000 hectares; 100% de colheita mecanizada e 740.000 mudas de árvores plantadas.

Em vídeo institucional, alusivo aos 70 anos da usina, presidente, diretores e funcionários prestaram depoimentos sobre a história da usinaLuizito Quagliato, presidente, lembra que quando começou a trabalhar na usina, tinha entre 18 e 19 anos em 1.950. “Hoje eu sou o diretor, funcionário, a pessoa mais antiga aqui. Meu pai começou isso aqui com 300 alqueires de terra. Hoje não restou nem um parafuso daquele tempo”.

O diretor administrativo Kiko Quagliato afirma que não se faz 70 anos todo dia. “Esta usina tem uma história, um legado. Quando analisamos as histórias dos nossos avós que vieram para cá e vislumbraram essa região há 70 anos atrás, quando tudo era muito difícil. Isso serve de inspiração para nós”, disse.

LEIA MAIS > Fornecedor de cana usa plataforma AxiAgro para obter mais eficiência em suas operações agrícolas

Entre os depoimentos dos funcionários, está o de Angela Schiavolin, supervisora de TI. “Há 27 anos na empresa e 19 como supervisora, é um orgulho fazer parte desse time e representar as mulheres aqui na empresa. Eu nunca tive nenhum problema, por ser mulher e estar na área de TI. Sempre me senti acolhida, constitui minha família aqui dentro e me sinto parte da família”.

Ampliar a produção de energia

 Segundo a diretora Executiva Financeira e RH, Adriana Maria Quagliato Vessoni, a usina investe na ampliação da produção de energia.

“Para a safra 2022/23, buscamos melhorar a nossa extração no processo de moagem, aumentando a produção com a mesma quantidade de matéria-prima. Iniciamos, também, alguns investimentos para aumento de 150% na quantidade de energia que comercializamos, com previsão de operar na safra 2024/25, aumentando a participação da energia elétrica em nossas receitas. Na área agrícola, investimos na renovação de nossa frota de caminhões, tratores, transbordos, colheitadeiras e em uma nova tecnologia de monitoramento e controle de operações, otimizando as nossas atividades agrícolas”, informa a diretora.

 

 

 

 

Usina São Luiz