Raízen promove ações de conscientização sobre violência às crianças e adolescentes

Iniciativas visam à disseminação de boas práticas no entorno das operações da companhia

Na última quarta-feira (18/05), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Raízen promoveu uma série de ações de conscientização sobre o tema.

As iniciativas, que visam à disseminação de boas práticas no entorno das operações da companhia, alcançam colaboradores, parceiros e famílias atendidas pela Fundação Raízen.

A companhia desenvolve diversas ações que contribuem para fim da exploração sexual de crianças e adolescentes em locais onde a companhia possui operações, com o tema presente nas políticas e no Código de Condutas da empresa.

Em 2018, a Raízen aderiu ao Programa Na Mão Certa, com a assinatura do Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas rodovias brasileiras. Em razão do apoio ao programa, a empresa é reconhecida pela Childhood Brasil, entidade que conduz a iniciativa.

LEIA MAIS > Usina Pitangueiras completa 47 anos apostando no crescimento

Uma das frentes de trabalho consiste no mapeamento de pontos de vulnerabilidade social, que indica locais com alto risco de potenciais casos de abuso e exploração de menores.

A empresa também passou a incluir o tema nas agendas de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA) e Diálogos Diários de Segurança (DDS), bem como fomentar discussões sobre o assunto com lideranças logísticas e transportadoras para conscientizar os colaboradores sobre a importância do combate ao abuso de menores. Além de fazer campanhas informativas e eventos de formação de profissionais que trabalham nas estradas.

“É fundamental a sensibilização da sociedade sobre o enfrentamento dessa grave violação dos direitos humanos. Por isso incentivamos o processo de aprendizagem continuada, que estabelece a troca de experiências e informações a fim de proteger crianças e adolescentes”, explica Fernanda Ferraz, gerente de Performance Social da Raízen.

“Buscamos promover avanços em pautas de direitos humanos em nossas operações e toda a cadeia de valor, reforçando o relacionamento da Raízen com as comunidades dos territórios em que estamos inseridos”, completa Fernanda.

Em atendimento aos compromissos do Pacto Empresarial, a companhia também tem investido continuamente em projetos que visam melhor qualidade de vida aos trabalhadores de transporte de carga, como o Espaço do Motorista, que funciona como ponto de apoio e descanso.

LEIA MAIS >Novo parque de tancagem pode reduzir preço de combustíveis no Ceará

Como parte dos esforços, na última quarta-feira, a convite da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres – SPPM de Jaú – SP, alunos da Fundação Raízen, atendidos pelo programa Ativa Infância, participaram de atividades lúdicas no Cine Municipal.

A ação, que foi desenvolvida para que as crianças possam refletir e compreender atitudes e cuidados que dizem respeito à sua segurança, contou com protagonismo dos alunos que, juntamente com professores e com o apoio de um psicólogo, interagiram durante atividades como peças de teatro, músicas, poesias e apresentações de mágica.

Ainda na quarta-feira, a Fundação Raízen promoveu uma palestra para familiares de alunos da Instituição e profissionais da rede municipal de educação, sobre a conscientização em relação a crimes sexuais contra crianças e adolescentes, com participação da secretária da SPPM, Cândida Ferreira.

LEIA MAIS > Com produção tendendo para o etanol, usinas freiam exportações de açúcar

A companhia reforça: “Se suspeitar que uma criança ou adolescente está sendo vítima de violência, denuncie: disque 100. Caso presencie ou testemunhe situação de violência contra uma criança ou adolescente em estradas e rodovias, ligue para a Polícia Rodoviária Federal pelo número 191”.

 

 

 

criançasFundação Raízenraizenviolência