Produtividade dos canaviais em abril teve queda de 12,3%

Retração agrícola atingiu principalmente o estado de São Paulo

A moagem na primeira quinzena de maio atingiu 41,07 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, registrando retração de 3,01% em relação a quantidade verificada em igual período da última safra, quando foram processadas 42,34 milhões de toneladas.

No acumulado deste ciclo, a moagem totalizou 86,31 milhões de toneladas, ante 103,04 milhões de toneladas registradas no mesmo mês de 2020 – queda de 16,24%.

“A queda na moagem remete ao atraso no início de safra. A retração foi especialmente importante no estado de São Paulo, que apresentou recuo de 26,37% na quantidade de cana-de-açúcar processada até o final da primeira quinzena de maio. Nos demais estados, a moagem acumulada registrou aumento próximo a 1%”, explica o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Antonio de Padua Rodrigues.

Dados apurados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) para o mês de abril registraram produtividade de 73,22 toneladas por hectare, antes 83,96 toneladas observadas no mesmo período na safra 2020/2021 – retração de 12,3%. “Para a primeira quinzena de maio, os números preliminares indicam que a quebra agrícola deve se manter acima de 10%”, acrescentou Rodrigues.

LEIA MAIS > Preços do etanol reduzem com a perda de competitividade

A qualidade da matéria-prima colhida na região Centro-Sul na primeira quinzena de maio, mensurada em kg de ATR por tonelada de cana-de-açúcar processada, apresentou aumento de 0,39% na comparação com o mesmo período do último ciclo agrícola, registrando 131,57 kg de ATR por tonelada colhida. O resultado positivo é observado apesar da retração na qualidade da matéria-prima observada para o estado de São Paulo (-1,56%), que foi compensada pelo aumento do indicador nos outros estados (+3,69). No acumulado desde o início da safra até 15 de maio, o indicador avança 0,07% no Centro-Sul, registrando o valor de 123,84 kg/t.

Na primeira quinzena de maio, 234 unidades estavam em operação, sendo 229 processadoras de cana-de-açúcar, 4 exclusivas de etanol de milho e 1 usina flex. Na mesma data da safra 2020/2021, 240 unidades já haviam iniciado o processamento de cana-de-açúcar. Para a segunda quinzena de maio, outras 11 unidades devem começar a moagem no Centro-Sul.

cana-de-açúcarCTCSafra 2020/2021UNICA