Plantações de cana são afetadas por incêndio criminoso no Zimbábue

Cerca de 14 mil hectares de cana-de-açúcar foram queimados, na unidade da Green Fuel localizada em Chisumbanje, no Zimbábue, neste fim de semana, de acordo com o jornal local, Notícias do Dia. A unidade, que produz açúcar e etanol, está atualmente envolvida em uma luta com os moradores da cidade, que tem acusado a Green Fuel de invadir terras e destruir suas colheitas.

Um porta-voz da Green Fuel se pronunciou dizendo que foi um ato de sabotagem liderado por alguns indivíduos da comunidade.
“Nós obviamente condenamos este ato de sabotagem, que não beneficia em nada os moradores. Pessoas devem entender que este é um projeto muito importante para o país. Vamos deixar a polícia fazer as suas próprias investigações, mas estamos desanimados com tamanho estrago”, relatou.

cana-de-açúcarGreen FuelincêndioZimbábue