O que fazer no manejo dos canaviais após a ocorrência de geadas severas

Gerente agrícola de usina do interior paulista conta os detalhes

As geadas estão afetando drasticamente canaviais do Centro-Sul. Uma das principais regiões produtoras de cana-de-açúcar do Brasil, Ribeirão Preto, registrou o pior frio em cerca de duas décadas na madrugada de 20/7. 

LEIA MAIS > GEADA NA CANA: Produtor conta o que pode reduzir as perdas de produtividade

Foi a geada mais severa do ano para a cultura, dentre as quatros registradas em 2021. A menor temperatura do dia foi de 1°C, segundo levantamento da Somar Meteorologia.

LEIA MAIS > Ferramenta para manejo de canavial de início de safra acumula sacarose sem perder produtividade

Para José Cristóvão Momesso, gerente agrícola da Usina Ferrari, por conta disso, agora é o momento oportuno para se discutir sobre o que fazer após a ocorrência de geadas, como essas duas que recentemente afetaram os canaviais e diante da expectativa de uma terceira. 

LEIA MAIS > Defensivo biológico e sustentável: Brasil atinge marca histórica e caminha para protagonismo global
Momesso, da Ferrari

“O estrago feito foi muito grande. Canaviais de safra foram muito comprometidos. Soqueiras de safra de início de safra, cana s precoces, maturadas, já colhidas de março a  junho, praticamente voltaram à estaca zero com relação a desenvolvimento. Além das plantas, que foram bem prejudicas”, avalia Momesso.

LEIA MAIS > Embrapa previu as geadas que ocorreram no final de junho

O gerente agrícola da Usina Ferrari, tem em mente um modelo de manejo que é capaz de mitigar os prejuízos decorrentes das geadas, nesta e na próxima safra. Ele apresentará os detalhes, amanhã, 29/7, às 19h, na 2ª Sessão da 3ª Maratona CANABIO – Seminário de Manejo Biológico e Sustentável da Cana.

Como participar

É simples! Acesse o hotsite do evento clicando no link a seguir: QUERO ME INSCREVER

Patrocínio:
  • Agrobiológica Sustentabilidade — Nascemos com Uma Vocação! Ser a plataforma mais completa e inovadora de soluções biológicas para a produtividade sustentável da agricultura brasileira.
  • AxiAgro – Otimizar o uso de máquinas e equipamentos é estratégico para a competitividade das usinas. Neste sentido, sua usina merece muito mais do que computador de bordo e telemetria, merece inteligência e conectividade sem limites!
  • Microgeo — Uma empresa 100% brasileira e com 21 anos no setor de biológicos. Tem como foco a produção e comercialização da inovadora Biotecnologia MICROGEO® para a produção do adubo biológico exclusivo e adaptado à região.
  • HRC — Conheça o Clean Cut, programa de desenvolvimento de alta performance da colheita mecanizada.
  • Wiser —Novas tecnologias e soluções para a agricultura

 

CanaBIOgeada