Novozymes: lucro líquido cresce 5% nos nove primeiros meses de 2016

A fabricante dinamarquesa de enzimas industriais Novozymes reportou lucro líquido de 2,245 bilhões de coroas dinamarquesas (US$ 329,05 milhões) nos nove primeiros meses de 2016, 5% mais na comparação com igual período de 2015. A receita caiu 1% na mesma base de comparação, para 10,428 bilhões de coroas dinamarquesas (US$ 1,52 bilhão).

A margem bruta variou de 58,2% para 57,7%, enquanto o Ebit (lucro antes de juros e impostos) diminuiu 1%, para 2,884 bilhões de coroas dinamarquesas (US$ 422,88 milhões). “Nosso crescimento de vendas veio mais fraco do que esperávamos no início do ano mas, mesmo assim, esperamos entregar um aumento no lucro líquido de 8% a 9%.

Vamos deslocar mais recursos para relacionamento com clientes e inovação tecnológica”, afirmou, em comunicado, o presidente e CEO da Novozymes, Peder Holk Nielsen. Pelas novas projeções da companhia, as vendas orgânicas deverão fechar 2016 com aumento 2%, ante 2% a 4% inicialmente previstos.

Por segmento, a Novozymes registrou aumento de vendas apenas na área de fármacos, com alta de 16%. Nos setores de produtos domiciliares e de alimentos e bebidas, houve estabilidade.

Já para os segmentos de agricultura e de bioenergia, as receitas caíram 5% e 8% nos nove primeiros meses de 2016, respectivamente.

Fonte: (Estadão Conteúdo)

enzimasetanol 2GNovozymes