Nova dragagem do Porto do Recife permitirá mais divisas de exportação

Açúcar é um dos principais produtos movimentados pelo Porto
Foto: Porto do Recife S.A./Divulgação

O Porto do Recife receberá nova dragagem, o que permitirá o recebimento de navios com calado superior a 9,5 metros.

Atualmente, a estrutura tem capacidade para calado de no máximo 8,8 metros.

“A dragagem vai eliminar limitações às operações do Porto do Recife e trazer novos investimentos”, afirma Renato Cunha, presidente executivo na Novabio e do Sindaçúcar-PE.

Segundo Cunha, a nota de empenho para a dragagem do Porto do Recife já foi assinada pelo Ministério de Infraestrutura.

“A ampliação da estrutura permitirá mais divisas de exportação para o País e mais renda e empregos para Pernambuco”, atesta o executivo.

 

Leia também: 

Por safra mais produtiva grupos e usinas do Nordeste serão premiados

Porto do Recife: mobilização

 

A solicitação de nova dragagem no Porto do Recife mobilizou representantes do Governo pernambucano, parlamentares e executivos ligados ao setor sucroenergético.

Da esquerda para a direita: Silvio Costa Filho (deputado federal), Tarcísio Freitas (ministro da Infraestrutura), Bruno Schwambach (secretário estadual de Desenvolvimento Econômico) e Renato Cunha (presidente executivo na Novabio e do Sindaçúcar-PE) (Foto: Divulgação)

“Agradecemos ao deputado Silvio Costa filho, ao secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach e ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e equipe”, destaca Cunha.

A última dragagem do Porto do Recife foi em 2012.

Segundo o presidente do Sindaçúcar-PE, a nova dragagem permitirá a normalização do escoamento de açúcar pelo Porto.

Ao longo de 2019, o setor sucroenergético movimentou 115,8 mil toneladas de açúcar a granel e 90,3 mil toneladas de açúcar em sacos.

A informação é do Porto de Santos S. A.

 

AçúcarNovabioPorto do RecifeRenato CunhaSindaçúcar-PE
Cometários (0)
Adicione Comentário