Ingenio Aguaí é a primeira usina 4.0 da Bolívia

Unidade se junta às mais de 70 usinas brasileiras que já se beneficiam de tecnologia única no mundo, que controla plantas inteiras de processos contínuos
Cristóbal Roda Vaca, representante do Conselho de Administração e Acionistas da Aguaí e Décio Freitas, da Solution Engenharia durante cerimônia de assinatura do contrato para implantação do S-PAA

O Ingenio Aguaí, localizado na Bolívia, é a primeira unidade produtora fora do Brasil a se tornar uma usina 4.0. A açucareira, consolida-se como líder tecnológico no segmento de produção de açúcar da América Latina com a assinatura do contrato de implantação do S-PAA, único software de RTO para usinas de açúcar e etanol em todo o mundo e, inclusive, o único que controla de forma integral uma planta de processo contínuo. 

Décio Freitas, da Solution Engenharia, Nelson Nakamura, da Soteica e Cristóbal Roda Vaca, representante do Conselho de Administração e Acionistas da Aguaí durante coletiva de imprensa após cerimônia de assinatura do contrato de implantação do S-PAA

Cristóbal Roda Vaca, representante do Conselho de Administração e Acionistas da Aguaí, assinou ontem, 9 de fevereiro, o contrato com a Soteica do Brasil associada da Pró-Usinas e da Solution Engenharia na implantação do S-PAA para simulação e otimização em tempo real dos processos de energia da planta industrial localizada na província de Obispo Santistevan, que fica cerca de 150 km de Santa Cruz de La Sierra.

LEIA MAIS > Viralcool entra firme na era da Usina 4.0

“Essa tecnologia vem nos ajudar a ser mais eficientes em nossos processos e mais produtivos nos resultados. É o passo que nos permite inteligência artificial, internet das coisas, entre outros, além de combinar técnicas avançadas de produção e operações inteligentes. Mais uma vez, a Aguaí está na vanguarda das mudanças tecnológicas, buscando não só a otimização de nossos recursos e a eficiência dos processos, mas para que toda a cadeia produtiva seja automatizada com melhores resultados”, afirma Roda Vaca.

LEIA MAIS >  Cerradão maximiza a condensação do conjunto de geração de vapor através de RTO

De acordo com o representante do conselho administrativo, a implantação da tecnologia terá duração de seis meses. A partir da instalação, todos os processos da planta serão realizados ​​digitalmente e, uma vez concluída essa primeira fase seguirá para suporte e treinamento por um período de três anos.

LEIA MAIS > A consolidação da Usina 4.0

Desde 2013, quando iniciou suas operações, a Aguaí se caracteriza como uma planta que utiliza novas tecnologias de processos, mais responsável com o meio ambiente e que otimiza todos os seus recursos.  A usina produz açúcar – sem enxofre adicionado no processo de branqueamento –, álcool para indústria, etanol para mistura com gasolina, e álcool para uso farmacêutico e doméstico. Além disso, fornece energia elétrica, de fonte limpa e renovável, ao Sistema Interligado Nacional. 

Ingenio AguaíRTOS-PAAS-PAA Soteica