GranBio produz 50% da capacidade instalada de etanol

A Bioflex 1, unidade de etanol de segunda geração (2G) da GranBio, localizada em São Miguel dos Campos (AL), deve fechar 2015 com produção estimada em 50% de sua capacidade instalada. 

“Deveremos chegar a 40 milhões de litros de etanol”, estima Manoel Carnaúba Cortez, vice-presidente de operações da companhia sucroenergética, em entrevista para o Portal JornalCana.

Cortez, da GranBio: “chegaremos a 100% da produção instalada em 2016”

A capacidade instalada de etanol celulósico na unidade de Alagoas é de 80 milhões de litros por ano.

Segundo Cortez, a previsão é de chegar a 100% da produção de etanol 2G a partir de 2016.

A safra da Bioflex 1 tem 11 meses de duração e emprega palha da cana-de-açúcar como matéria-prima para a produção do biocombustível.

Conforme o vice-presidente da companhia, 100% da palha é comprada de fornecedores de cana-de-açúcar de Alagoas com canaviais em um raio médio de até 30 quilômetros da fábrica.

Cortez participou nesta quinta-feira (01/10) do curso Aproveitamento Máximo da Palha da Cana-de-Açúcar, promovido pelo Sinatub/ProCana em Ribeirão Preto.

 

etanoletanol 2Getanol celulósicoGranBiomercadosafrasetor sucroenergético