Ford Focus aposta no etanol como alternativa à eletrificação

A expectativa é comercializar neste ano cerca de 3.000 unidades no mercado europeu
(divulgação)

A Ford é mais uma indústria automobilística a apostar no etanol. A nova geração do Ford Focus, o hatchback recém-reestilizado, começa a ser vendida no mercado europeu com motorização adaptada para consumir o biocombustível, que chegará às lojas em abril, começando pela Suécia.

A novidade atende exigência de consumidores que buscavam por versões mais limpas e sustentáveis do Focus, mas não encontravam opções do tipo no portfólio.

Havia expectativa de que a Ford pudesse oferecer variantes híbridas com a chegada do facelift, mas a marca acabou não lançando. Dessa forma, as novas versões adaptadas para o etanol acabam atuando como alternativa à eletrificação.

LEIA MAIS > Usinas de cana que descumprirem a LGPD podem sofrer duras punições. Saiba o que fazer!

Segundo a divisão da Ford na Suécia, apesar de manter um forte foco na eletrificação, a montadora pretende oferecer uma alternativa àqueles que não podem pagar ou não têm viabilidade prática de aderir à eletricidade.

Além do Focus, com expectativa de comercialização de 3.000 unidades, a Ford também conta com os modelos Puma, Kuga e Transit Connect, com capacidade para rodar com etanol. Para estes veículos, a estimativa é que sejam vendidos cerca de 2.000 automóveis.

 

eletricidadeEletrificaçãoFord