Endividamento das usinas soma R$ 104 bilhões, revela a Archer

Confira mais dados da consultoria
O endividamento das usinas avançou 7,6% nos últimos doze meses, segundo a Archer. (Foto: Divulgação)

O endividamento das usinas sucroenergéticas soma R$ 104,32 bilhões.

O valor foi estimado em 31 de outubro passado, segundo a consultoria Archer Consulting.

Segundo o levantamento, do total da dívida aproximadamente um terço é em dólares e o saldo em reais.

 

 

Leia também: 

Controle biológico pode reduzir em até 15% os custos de produção de cana-de-açúcar

 

Avanço da dívida

Arnaldo Corrêa, diretor da Archer, relata que nos últimos doze meses o crescimento da dívida foi de 7,6%.

Conforme a consultoria, estima-se que esse endividamento seja de R$ 170,72 por tonelada de cana moída.

Clique aqui para acessar artigo de Arnaldo Corrêa.

 

 

Archer ConsultingArnaldo Corrêausinas
Cometários (0)
Adicione Comentário