Dois grandes grupos apresentam detalhes sobre controle biológico e manejo integrado de pragas

A cana é segunda cultura que mais utiliza microrganismos biológicos para controle e combate de pragas e doenças

A cana-de-açúcar é a segunda cultura de maior adoção de microrganismos biológicos no Brasil. Estimativas levantadas em 2020 apontam que o segmento como um todo movimenta mais de R$ 200 milhões no País. As áreas mais representativas são os bioinseticidas, que representam aproximadamente 70% deste setor, empregadas no controle biológico e manejo integrado de pragas.

LEIA MAIS > CerradinhoBio vai construir nova planta de etanol de milho em Maracaju (MS)

Na cana, o controle biológico é eficaz contra pragas como a broca da cana, a cigarrinha, o sphenophorus e nematoides, podendo associar o uso de bioprodutos com químicos. Já o manejo biológico inclui biofertilizantes, bioestimulantes, extratos de algas e outros produtos microbiológicos, como fixadores de nitrogênio.

Uso de biológicos incentiva o desenvolvimento da agricultura digital

Ao invés de concorrentes, os biológicos são aliados dos defensivos químicos, compondo com destaque o Manejo Integrado de Pragas (MIP). E otimiza os recursos com o uso dos equipamentos normalmente empregados no manejo, ou até mais econômicos, como drones, incentivando o desenvolvimento da agricultura digital e o emprego de mais inteligência nas operações.

LEIA MAIS > Veja como é feito o manejo de maturador nos canaviais da Vale do Verdão

E a tendência é que o manejo biológico cresça por conta da demanda dos consumidores e do mercado por alimentos mais saudáveis, livres de químicos e obtidos por processos mais próximos dos naturais. O próprio RenovaBio deve intensificar sua adoção, pois o manejo biológico permite uma nota maior na emissão dos Crédito de Descarbonização (CBIO) por conta da redução na emissão de carbono e o impacto nulo ou baixo para o ambiente.

Raízen e Tereos possuem modelos exemplares de controle biológico e manejo integrado de pragas

Por todas essas questões é fundamental conhecer os grupos e usinas que possuem modelos exemplares de controle biológico e manejo integrado de pragas e doenças, como é o caso de dois grandes grupos do setor: Raízen e Tereos. 

Imperdível: 3ª Maratona Canabio – 2ª Sessão – Controle Biológico & Manejo Integrado de Pragas

E nesta quarta-feira, 4/8, 19h os interessados terão a oportunidade de conhecer o trabalho que essas companhias fazem na área, durante a 2ª SESSÃO, da 3ª MARATONA CANABIO – Controle Biológico & Manejo Integrado de Pragas. O painel tem as presenças confirmadas de:

  • Elton Martins, gerente de cana na Agrobiológica Sustentabilidade  
  • Guilherme Mantovani, especialista Corporativo em Manejo de Pragas e Doenças da Raízen  
  • Lars Schobinger, sócio diretor da Blink Strategies
  • Paulo Gutierrez, especialista em desenvolvimento técnico e experimentação agrícola da Tereos
Como participar

Para participar é fácil. Acesse: www.canabio.com.br e se inscreva GRATUITAMENTE!

Patrocínio:
  • Agrobiológica Sustentabilidade — Nascemos com Uma Vocação! Ser a plataforma mais completa e inovadora de soluções biológicas para a produtividade sustentável da agricultura brasileira.
  • AxiAgro – Otimizar o uso de máquinas e equipamentos é estratégico para a competitividade das usinas. Neste sentido, sua usina merece muito mais do que computador de bordo e telemetria, merece inteligência e conectividade sem limites!
  • Microgeo — Uma empresa 100% brasileira e com 21 anos no setor de biológicos. Tem como foco a produção e comercialização da inovadora Biotecnologia MICROGEO® para a produção do adubo biológico exclusivo e adaptado à região.
  • HRC — Conheça o Clean Cut, programa de desenvolvimento de alta performance da colheita mecanizada.
  • Wiser —Novas tecnologias e soluções para a agricultura
CanaBIOcontrole biológicoControle de pragasmanejo integrado de pragas