Cocal recebe 1º Selo Nascentes concedido pela SIMA

Reconhecimento inédito foi devido à restauração voluntária de 10,17 hectares de vegetação nativa

A Cocal é a primeira empresa a receber o Selo Nascentes, concedido pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SIMA), em reconhecimento inédito pela restauração voluntária de 10,17 hectares de matas com 16.953 mudas de espécies nativas plantadas desde 2018.

A área, localizada dentro da propriedade da Cocal, em Paraguaçu Paulista – SP, excede as faixas marginais de nascentes e cursos d’água cuja recomposição é obrigatória em lei.

O projeto reconhecido foi o “Águas Claras e Pedreira”, conduzido pela Cocal durante um período de três anos. “Nos orgulhamos muito desse projeto e ele mostra o pioneirismo da Cocal e o seu compromisso com o meio ambiente nesses 40 anos de história. Ainda reforça a parceria da companhia com a Secretaria da Infraestrutura e Meio Ambiente e demonstra o quanto a empresa está engajada no aspecto de conservação e preservação ambiental”, declarou Ruben Guimarães, diretor Pessoas e responsável pela área de Meio Ambiente da Cocal.

O Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, Marcos Penido, lembrou que o programa está ligado também à segurança hídrica e, em tempos de instabilidade ambiental e mudanças climáticas, a falta da água é responsabilidade de todos e projetos como esse fazem com que a água vá para o seu local natural e seja mantida.

“Poder comemorar a entrega do selo por uma ação voluntária nos dá uma alegria ainda maior por entender que empresas como a Cocal assumem essa responsabilidade socioambiental. É fundamental que ações como essa possam ser replicadas e sirvam de exemplo para outras empresas”, declarou o secretário.

LEIA MAIS > Copersucar ultrapassa marca de 5 milhões de CBios

Criado em 2014, o Programa Nascentes visa otimizar e direcionar investimentos para a recuperação e proteção de recursos hídricos e biodiversidade, como matas ciliares, nascentes e olhos-d’água. O projeto também tem o objetivo contribuir para o atingimento de metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Selo Nascentes é destinado às pessoas físicas e jurídicas que financiam, executam ou disponibilizam áreas para projetos no âmbito do programa.

O diretor técnico da União da Indústria da Cana-de-açúcar (UNICA), Antonio de Padua Rodrigues, comemorou o selo recebido pela Cocal e relembrou os ideais sustentáveis do setor. “Iniciamos a Semana do Meio Ambiente com a entrega do primeiro Selo do Projeto Nascentes à uma de nossas associadas. O fato ilustra o comprometimento do setor sucroenergético com a preservação dos recursos naturais e da biodiversidade”, afirmou Rodrigues.

A coordenadora de Gestão Ambiental da Cocal, Karen Yumi Yoshimoto, considera que o recebimento do selo “reafirma o compromisso da empresa com o meio ambiente e reforça as ações voltadas à proteção de recursos hídricos, abrigo da fauna silvestre, e conservação da biodiversidade”, além do reconhecimento das ações de responsabilidade socioambiental promovidas pela empresa.

 

 

 

biodiversidadeCocalMeio AmbienteUNICA