Cocal comemorará 40 anos de história neste sábado (14)

Livro narrando a trajetória da companhia será lançado na ocasião

A Cocal completou 40 anos de atividades em maio de 2020, mas teve que adiar a comemoração devido ao momento de pandemia. E ela acontece neste sábado, 14 de maio de 2022, com o lançamento do livro “Cocal Energia Responsável” em evento fechado para colaboradores e convidados na Associação dos Funcionários da Cocal, na sede de Paraguaçu Paulista, município do oeste de SP, que recebeu a primeira usina da empresa.

“Este livro conta a história de um grande sonho de um grande homem. Hoje, quando penso no Arruda, meu avô, consigo vê-lo sorrir e escutá-lo dizer: missão cumprida”. Essa é uma parte do depoimento de Georgia Galvão Garms, neta do fundador da Cocal, Carlos Arruda Garms, presente no prefácio do livro que celebra quatro décadas de atividades da Cocal.

Com depoimentos de executivos do setor e da Cocal, o livro narra toda trajetória desafiadora da empresa apostando na cana-de-açúcar como uma “benção de Deus”. A empresa foi fundada em 14 de maio de 1980, uma usina na cidade de Paraguaçu Paulista que via no Proálcool o momento ideal para fabricar o biocombustível. Com perfil trabalhador e focado na inovação, Arruda começava ali o seu sonho de gerar empregos e oportunidades para famílias da região do oeste paulista.

LEIA MAIS > Raízen vai investir R$ 2 bilhões em mais duas plantas de E2G

Em 1993, o cenário internacional destacava o açúcar e a empresa decide adicioná-lo na sua cadeia de produção. Alguns anos depois, a Cocal já investia na produção de energia elétrica a partir do bagaço da cana e foi importante parceira do Governo Federal para solução da crise do “apagão” que o país enfrentou em 2001.

Carlos Arruda Garms na usina da Cocal em Narandiba, em 2009

A segunda usina da empresa foi inaugurada na cidade de Narandiba – SP em 2008. Começavam os olhares para um “futuro verde”, de sustentabilidade e descarbonização da economia brasileira, e assim, na mesma cidade, a empresa inaugura sua área de biogás em 2021. Proveniente da vinhaça e torta de filtro, o biogás representa um marco na história da empresa – o aproveitamento máximo da cana-de-açúcar permitindo a produção de biometano, CO2 food grade e energia elétrica, além dos biofertilizantes que voltam para a área de plantio da Cocal e dão vida ao solo.

Futuro da Cocal

Sobre o futuro, o diretor superintendente da Cocal, Paulo Zanetti, reforça que será baseado na essência da empresa. “A Cocal continuará seus planos investindo em inovação, com foco no meio ambiente, na segurança dos seus colaboradores e nos aprendizados do nosso fundador, o eterno Arruda”, afirma o diretor.

Após o evento de lançamento, o livro também ficará disponível de forma gratuita para todas as pessoas através do link https://www.cocal.com.br/livro-cocal/

 

Cocal