Cinco cases que comprovam a eficiência de uma usina 4.0

Gestores de usinas mostram resultados pós transformação digital

O potencial de redução de custo de manutenção, consumo de energia e aumento de eficiência, a partir do uso da tecnologia digital, já indicados por estudos foram evidenciado durante o Webinar JornalCana USINA 4.0 – A Transformação Digital da Indústria realizado pelo JornalCana nesta quarta-feira (8).

Com mais de dois mil acessos, o evento digital, que teve moderação de Josias Messias, presidente da ProCana Brasil, trouxe cases que mostraram como a inteligência artificial, internet das coisas (IoT) e outras tecnologias integradas estão possibilitando uma gestão melhor e mais qualidade nos resultados das usinas.

O webinar foi patrocinado pela S-PAA Soteica – Software de Otimização em Tempo Real que maximiza a cogeração e a eficiência industrial, gerando ganhos superiores a R$ 1/tc em mais de 40 usinas instaladas e pela Pró-Usinas, uma empresa do Grupo ProCana focada em trazer tecnologia que gera resultados para as usinas.

Alexandre Menezes é gerente de divisão industrial do Grupo Pedra Agroindustrial

Alexandre Menezes, gerente de divisão industrial do Grupo Pedra Agroindustrial, apresentou os projetos recentes que consolidaram a implantação da Indústria 4.0 na companhia, que administra três unidades no estado paulista: Pedra, Buriti e Ipê.

Nas unidades, entre outros softwares, usam o S-PAA Soteica com laço fechado. “O S-PAA traz ganhos onde a usina tem mais dificuldade, no nosso caso, iniciamos pela unidade Pedra por ser uma planta mais complexa na geração de vapor e os resultados foram fantásticos”, disse.

Fábio Ramos, da Bevap. Eleito Executivo de TI do Ano pela IT Forum X

Fábio Ramos, gerente Executivo Administrativo da Bevap, afirmou que o uso da tecnologia passou a ser essencial para a sobrevivência da indústria, principalmente para enfrentar os desafios gerados pela pandemia.

Na usina, que já nasceu automatizada, o uso da big data tem contribuído muito para os bons resultados alcançados. “Hoje usamos na Bevap um Big Data híbrido que trabalha no sistema on-primese e nesse ambiente consolidamos os dados da automação industrial, dados dos sistemas automatizados, dados de sensoriamento, dados de sistemas de gestão. Todos são automatizados online o que trouxe melhoria na extração, na geração de vapor e eficiência industrial, entre outros”, contou.

Heberson Martins, é da Adecoagro

Heberson Martins, Geração de Energia e Novos Projetos em Elétrica e Automação da Adecoagro, deu detalhes sobre como deve-se implantar uma indústria 4.0, iniciando pela mão de obra qualificada, essencial para o resultado do processo. Ele abordou temas envolvendo estrutura da automação e deu dicas para alavancar e maximizar a produção de uma unidade. “É possível fazer muitos sensores na indústria sem gastar muito dinheiro”, advertiu.

João Henrique de Andrade, diretor vice-presidente da Usina Pitangueiras

“A Usina Pitangueiras vem em um processo de implantação da inteligência artificial nos últimos sete anos. Foi a primeira usina do Estado de São Paulo a implementar o software de otimização em tempo real S-PAA, na destilaria e na moenda, o que vem proporcionando ganhos significativos para a companhia”, disse João Henrique de Andrade, diretor vice-presidente da Usina Pitangueiras.

No webinar, o executivo apresentou resultados da utilização do sistema de RTO na unidade e outros indicadores que confirmam a melhora na eficiência de extração da moenda.

O diretor da Soteica do Brasil, Nelson Nakamura, detalhou os passos para se chegar a uma Indústria 4.0, lembrando que uma Usina 4.0 pode reduzir custos de manutenção entre 10% a 40%, reduzir o consumo de energia em até 25%, como também pode aumentar a eficiência e produtividade do trabalho em até 25%.

“Atuação em tempo real é uma caracterização de uma usina 4.0 e o RTO é quem vai determinar quais os “set point” tem que se buscar para ter ganho de receita, lucro e redução de custo”, disse o engenheiro mecânico.

Nelson Nakamura é diretor da Soteica

Nakamura explicou também os procedimentos para a implementação do S-PAA. “Não é preciso fazer grandes investimentos em melhorias de equipamentos, fazer sintonia de malha, substituir PID´S por controle avançados em todos os setores. O importante é capturar, no primeiro momento, ganhos com o que você tem. A inteligência ajuda a ter resultados a curto prazo”, concluiu.

Assista o webinar aqui

 Live GENTE 4.0

Quem vai liderar a jornada de alta produtividade, eficiência e competitividade nas usinas

Live Ao Vivo com Josias Messias E Participação Especial de Beatriz Resende, consultora organizacional e conselheira de carreira com larga experiência em usinas. Fundadora da Dra. Empresa – Consultoria Empresarial

Hoje (9 de julho) às 18h30, também no canal do YouTube do JornalCana.

Quem se inscreve no Webinar automaticamente estará inscrito para assistir a Live GENTE 4.0.

Clique e garanta sua inscrição aqui.

 

 

 

 

AdecoagroBevapGrupo Pedra AgroindustrialS-PAA SoteicaUsina Pitangueiras
Cometários (0)
Adicione Comentário