Cerradão maximiza a condensação do conjunto de geração de vapor através de RTO

Diretor industrial da usina mineira expõe os detalhes
O diretor industrial, Pedro Felipe de Castro Andrade, e a equipe industrial da Cerradão

Produzindo açúcar, etanol e bioenergia, a Usina Cerradão, localizada em Frutal (MG), é uma indústria familiar que cultiva no seu dia a dia operacional a inovação, eficiência e customização dos processos industriais. Exercitando estes princípios na operação do negócio, por consequência reduz custos e aumenta a margem operacional ao agregar processos e ferramentas inovadoras.

LEIA MAIS > Bioenergética Aroeira reduz consumo de vapor e aumenta significativamente sua receita com bioeletricidade

A produção de bioeletricidade é uma das áreas em que a usina encontrou condições de agregar valor na biomassa, gerando relevante fonte adicional de receita. Nesse contexto, a unidade investe em equipamentos importantes, como caldeira, turbinas a vapor e gerador. O diretor industrial, Pedro Felipe de Castro Andrade, oferece mais detalhes. “Na safra de 2022 contaremos com mais uma caldeira de 330 toneladas de vapor/hora a 67 bar e 520ºC, e um gerador de 60 MW/h, elevando a capacidade instalada de geração elétrica para 165 MW/h. A operação eficiente do conjunto caldeira/gerador tem um papel importantíssimo no aumento da geração de energia elétrica e consequentemente na receita de toda esta operação”.

LEIA MAIS > Colombo comemora resultados da gestão industrial inteligente

Com o intuito de padronizar as operações nos turnos e aumentar a eficiência do uso de recursos já disponíveis, a usina conta com o S-PAA, da Soteica, para desenvolver a Otimização em Tempo Real de seus processos industriais. “O trabalho em conjunto com a Soteica se mostrou um grande desafio, uma vez que a usina já operava na nominal de seus equipamentos. O foco era explorar os equipamentos de modo mais eficiente possível e seguro. Foi elaborado, então, um modelo matemático específico para representar o processo da Usina Cerradão. Este modelo especificamente do sistema de vapor e energia da planta busca a estabilidade do vapor vegetal e de escape das turbinas dos geradores, colocando os geradores em pontos de sua curva operacional que atenda todo o vapor necessário para os processos de produção de açúcar, etanol e levedura, e ainda maximize a condensação do conjunto de geração, melhorando assim a sua eficiência”, explica Pedro Felipe de Castro Andrade.

LEIA MAIS > TAMANHO NÃO É DOCUMENTO!

De acordo com o diretor industrial, a implementação do algoritmo via S-PAA além de estabilizar os vapores de processo (V1 e V2), também evitou o desperdício dos mesmos, capturando todas as variabilidades operacionais comuns do setor de sucroenergético. “Outro ponto importante de otimização implementado com o S-PAA foi na combustão nas caldeiras, reduzindo as oscilações por conta da variação natural da biomassa e das demandas operacionais, mantendo uma exportação mais constante e a confiabilidade dos equipamentos. Nós sempre direcionamos as solicitações à Soteica para a manutenção e constância do vapor direto para o sistema de geração e a planta como um todo”, destaca o diretor industrial da Cerradão.

LEIA MAIS > Road Show da Transformação Digital visita a Usina Santa Adélia

Utilizando o S-PAA, a usina conseguiu um aumento médio da exportação da ordem de 1,96 MWh. Este se deu via aumento na exportação líquida vendida e pela redução do conjunto específico de vapor que permitiu sobra de biomassa que aumenta a capacidade de cogeração via condensação.

LEIA MAIS > Brejo Alegre Bioenergia recebe Road Show da Transformação Digital

Douglas Mariani, engenheiro químico sênior, especialista de aplicação da Soteica, avalia a atuação do S-PAA na usina, acrescenta que os benefícios alcançados e todo o ganho de produtividade está relacionado ao trabalho sinérgico entre a usina e à equipe da Soteica. “Esse bom resultado é reflexo do quanto os gestores da Usina Cerradão como diretores, gerente industrial, coordenadores, encarregados, líderes, operadores de campo, técnicos e auxiliares conseguiram transmitir para a equipe da Soteica seus conhecimentos, e com isso a atuação do sistema reflete todo este conhecimento acumulado em anos. Deixo aqui meu agradecimento a todos da gestão que disponibilizou um pouco de seu tempo para que este projeto se tornasse uma realidade”, celebra Mariani.

CerradãoEconomia de vaporS-PAAS-PAA SoteicaUsina Cerradão