Biocombustível no trem

A ampliação do percentual de biodiesel no combustível utilizado pelas locomotivas de trens poderá reduzir custos do transporte ferroviário, de acordo com a Aprobio (Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil). A MP (Medida Provisória) 647 determina que a mistura, hoje em 5% de biodiesel por litro de diesel, seja elevada para 6% a partir de julho e 7%, em novembro. A associação tenta barrar uma emenda que ainda tramita no Senado e que poderá, se aprovada, isentar o setor ferroviário da utilização do biodiesel nas locomotivas.

(Fonte: Folha de S.Paulo)

biocombustívelcombustívelferroviárioMedida ProvisóriamisturaMP 647trem