AFCP apoia busca por implemento para corte em canaviais com declive

Reunião realizada nesta segunda-feira (27) tratou do tema

Grande parte dos canaviais no Estado de Pernambuco estão em áreas de morros da Zona da Mata. O relevo acidentado dificulta o uso de implementos, em especial para o corte da cana, hoje ainda feito de forma manual em sua maioria na região.

Dada a dificuldade de encontrar tanta mão de obra e os custos de produção extras, um grupo de fornecedores de cana, apoiado pela entidade da classe (Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco – AFCP), reuniu-se nesta segunda-feira (27) em busca de encontrar uma solução.

LEIA MAIS > É preciso exportar a tecnologia do etanol

O presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima, mesmo estando em São Paulo, participou do encontro por vídeo conferência, coordenado pelo vice-presidente da entidade canavieira, Paulo Giovanni.

“Um especialista no assunto está sendo contratado para buscar desenvolver o implemento capaz de ser utilizado no corte dos canaviais com pequenas áreas planas e em declive mais acentuado”, adianta o dirigente.

AFCPcanavial