fbpx
JornalCana

Alvean avalia que a Índia assumirá controle do açúcar no mercado global

La Niña poderá influenciar ainda mais mercado da commodity

Diante dos problemas climáticos que afetam a produção do Brasil e da Tailândia, os maiores exportadores, a trading Alvean avalia que a Índia deverá assumir o controle do preço do açúcar no mercado global.

Segundo Eric Cheng, chefe regional da Ásia na Alvean, a produção brasileira foi prejudicada pela seca e geadas, e não será fácil recuperar os volumes de moagem de cana na região Centro-Sul em 2022-23. “Há um risco extra de perdas de safra no próximo ano se o clima for mais úmido do que o normal por causa do evento climático La Niña”, salientou.

“A Índia assumirá o controle dos preços do açúcar no próximo ano”, disse Cheng durante seminário online organizado pela Indian Sugar Mills Association na terça-feira (5). “Os preços, em Nova York, precisarão ser negociados com prêmio em relação à paridade de exportação de equilíbrio da Índia, para que as exportações indianas sejam maximizadas”, complementou.

LEIA MAIS > Usinas buscam alternativas para otimizar fabricação de açúcar

Os futuros do açúcar bruto são negociados com estabilidade desde agosto, depois de atingir uma máxima em quatro anos com o possível impacto do clima adverso no Brasil nos suprimentos globais. Embora a Índia exporte menos do que o Brasil e a Tailândia, o mercado segue de perto a oferta do país, e alguns exportadores indianos agora esperam que os preços globais subam ainda mais.

Segundo Cheng, a produção na Tailândia deve ficar próxima a 9,5 milhões de toneladas em 2021-22, em comparação com 10,5 milhões de toneladas previstas por muitos no mercado. “Apesar das melhores condições climáticas neste ano, o plantio no final de 2020 foi comprometido pela seca”, destacou.

De acordo com Cheng, a oferta global de açúcar mais restrita, os preços domésticos nos principais mercados têm aumentado, favorecendo as importações e fornecendo suporte ao prêmio do açúcar branco.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram