JornalCana

Alta dos combustíveis surpreende motorista

Muitos motoristas foram pegos de surpresa com o aumento médio de 10% no preço dos combustíveis, em vigor em todo o país. Os que já sabiam do acréscimo lotaram os postos na noite de sábado, quando o litro da gasolina ainda era vendido ao preço médio de R$ 1,96, antes de ser reajustada em até 12%.

Entretanto, com o atual valor médio de R$ 2,199 já em vigor, a maioria dos postos teve um domingo de poucos fregueses. De sábado para domingo muita gente veio encher o tanque, mas hoje (domingo) o movimento está fraco, revelou o frentista Carlos Feitosa.

Segundo ele, sempre que há aumento nos preços dos combustíveis a rotina se repete. Os motoristas precavidos lotam os postos antes do reajuste. Já os desavisados apenas reclamam e procuram economizar. Somente depois de três ou quatro dias, quando surge alguma promoção, é que o movimento recomeça, explicou.

A comerciante Marivânia Baratto sabia do reajuste, mas por falta de tempo não pôde aproveitar o preço antigo. Se tivesse abastecido no sábado, a comerciante economizaria o equivalente a três litros de gasolina, já que pagou R$ 50,00 por 22 litros. Antes do aumento, o mesmo valor pagava cerca de 26 litros da gasolina aditivada.

Na maioria dos postos da Capital o preço da gasolina comum estava sendo praticado a R$ 2,199. Em alguns estabelecimentos, as placas ainda não haviam sido remarcadas, mas os preços antigos, no entanto, já haviam sido retirados dos letreiros. (Correio do Povo)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram