fbpx

Alagoas vai financiar estocagem de 50 milhões de litros de álcool

O financiamento da estocagem do álcool, anunciado em junho pelo Ministério da Agricultura e Pecuária – dentro do Plano Safra 2003 – não vai ajudar a regular apenas os preços apenas para os produtores do Centro-Sul que estão, a gora, no pico da safra. As usinas e destilarias alagoanas, que iniciam a moagem de cana-de-açúcar em setembro, também devem se beneficiar desse programa. A expectativa do Sindaçúcar/AL (Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool).

Dos R$ 32,5 bilhões anunciados pelo governo para financiar a próxima safra, foram reservados R$ 500 milhões destinados a estocagem do álcool.

Esse recursos são suficientes para financiar a estocagem de 900 milhões de litros do produto. A linha financiará, a juros de 11,5% ao ano, a estocagem de álcool nas usinas e poderá ser paga em quatro parcelas a partir de janeiro/2004 (Centro-Sul) e maio/2004 (Nordeste). O preço de referência será de R$ 0,55 o litro de álcool anidro e R$ 0,50 para o hidratado.

Para o Nordeste, segundo o presidente do Sindaçúcar/Alagoas, Pedro Robério Nogueira, estão assegurados, dentro dessa linha de financiamento, um volume de R$ 50 milhões, suficiente para a estocagem de 100 milhões de litros.

Alagoas, que responde por mais de 40% da produção de cana-de-açúcar do Nordeste deve ficar com metade dos recursos, acredita Nogueira. “Vamos financiar a estocagem de cerca de 50 milhões de litros em Alagoas”, disse. “Esse ano o programa foi melhorado. A linha de crédito vai estar disponível em toda a rede bancária, com juros bastante razoáveis. Essa medida ajuda a regular o mercado e certamente via estimular a produção de álcool também aqui em Alagoas”, completou.

A liberação dos R$ 500 milhões para estocagem de álcool, já em disponibilidade nos bancos, pode barrar segundo o Sindaçúcar/AL a queda dos preços do álcool anidro e hidratado no mercado. “Com o começo da safra no Centro Sul, os preços vinham caindo semana após semana. Bastou o governo liberar os recursos, que os preços já estão estabilizados”, analisou.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X