Cana-de-Açúcar

CNA levanta custos de produção de cana

Painéis do projeto Campo Futuro foram realizados em Rondônia, Mato Grosso e Paraná

CNA levanta custos de produção de cana

Os técnicos do projeto Campo Futuro realizaram, de segunda (13) a sexta (17), levantamentos de custos de produção de cana-de-açúcar, café, peixes e leite. Os encontros ocorreram nos estados de Rondônia, Mato Grosso e Paraná.

Os painéis para coletar as informações sobre a realidade produtiva das regiões contaram com a participação de produtores rurais, representantes de sindicatos, federações estaduais de agricultura e entidades de pesquisa.

Cana (Jacarezinho e Cianorte – PR): Em Jacarezinho, a propriedade modal definida foi de 72 hectares de área própria de produção, com produtividade média estipulada para a safra 2024/25, de 81 toneladas por hectare, com qualidade de matéria-prima de cerca de 130 quilogramas de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana.

Painel de custos realizado em Jacarezinho – PR

O painel realizado em Cianorte apontou uma propriedade modelo de 50 hectares, produtividade de 82,64 toneladas por hectare e 125 quilos de Açúcar Total Recuperado (ATR) por tonelada de cana. Em ambos os sistemas, a colheita é 100% mecanizada.

Banner Revistas Mobile