fbpx
JornalCana

AFCP solicita ao IPEM inspeção nas balanças de cana nas usinas do estado

O pleito foi tratado pelo vice-presidente da AFCP, Paulo Tapepy

O preço da cana dos fornecedores é definido pelas usinas com base em vários fatores. O peso é um deles, tanto que cada usina tem balança por onde passa os caminhões carregados.

A fim de garantir a correta aferição, a entidade de classe (AFCP) solicitou ao Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) a inspeção dos equipamentos.

O pleito foi tratado pelo vice-presidente da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), Paulo Tapepy, com o presidente do órgão Ary Morais, nesta quarta-feira (18).

O setor canavieiro almeja há bastante tempo que todas as balanças das unidades industriais tenham o seu certificado de aferição do IPEM, o que ainda não é uma realidade e pode estar prejudicando quem planta a cana em PE.

A certificação, inclusive, está definida na regra do conselho de representantes das usinas e fornecedores (Consecana-PE).

LEIA MAIS > A Evolução do Setor Sucroenergético: O Futuro Sustentável do Brasil

Na reunião, que contou com a presença dos diretores do IPEM Antônio Carlos e José Mansueto, a AFCP relatou algumas das dificuldades enfrentadas pelo setor diante da falta da certificação.

Um ofício da entidade detalhando essas situações será enviado ao presidente do IPEM, na esperança de que o caso seja resolvido. O IPEM é o responsável no estado pela fiscalização de todos aqueles que compra e vende e tem o regime de peso como referência.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram