fbpx

AFCP e Sindicape reúnem canavieiros pela garantia do CBios nesta safra

Produtores receberam orientações sobre o RenovaBio em assembleia

Gerson Carneiro Leão (pres Sindicape) e Alexandre Andrade Lima (pres AFCP)

Entidades canavieiras de PE participaram de assembleia com os associados nesta segunda-feira (10), na Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), para restringir o repasse dos dados do CAR dos fornecedores independentes de cana para as usinas se estas unidades não garantirem previamente que repassarão os CBios para os agricultores

A partir desta safra, as usinas brasileiras que produzirem etanol já podem ser beneficiadas pelo crédito de descarbonização (CBios) da Lei Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio), que está sendo negociado na bolsa de valores.

Além da variação do mercado de ações, o CBios terá valor maior quanto melhor for a produção do etanol no quesito ambiental, levando em conta inclusive o cultivo da cana dos fornecedores independentes e suas propriedades.

Por isso, as usinas precisam do Cadastro Ambiental Rural (CAR) do canavieiro. Porém, mesmo que o agricultor forneça sua matéria-prima do etanol e repasse os dados do CAR, o RenovaBio não lhe garante o recebimento do CBios.

LEIA MAIS > Gestores sugerem soluções para impulsionar resultados na crise

Esta questão já está sendo revista na Câmara Federal, através de um Projeto de Lei do deputado Efraim Filho (DEM-PB), a pedido da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana).

O pleito tem o apoio da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), além de órgãos nacionais e regionais ligados às culturas da cana (Feplana, Unida, Orplana) milho (Abramilho), soja (Abrasoja), palma (Abrapalma) e também da bovinocultura (ABCZ).

Contudo, a fim de garantir o CBios para os canavieiros de PE já a partir desta safra, que começa este mês, a AFCP e o Sindicato dos Cultivadores de Cana do Estado (Sindicape), seguindo a recomendação da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida), orienta seus sócios para não fornecer dados do CAR às usinas, sem que estas se comprometam com o pagamento do CBios.

O assunto será debatido em assembleia da categoria na segunda-feira (10), às 11h, na AFCP. As entidades canavieiras inclusive levarão para a votação dos associados a desobrigação da AFCP e do Sindicape em fornecer informações do CAR dos plantadores de cana para as usinas.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

2 × 2 =

X