fbpx

Adjuvantes maximizam performance de foliares

A aplicação de fertilizantes e defensivos foliares na cultura da cana-de-açúcar vem crescendo ano após ano, apresentando resultados que refletem diretamente na produtividade. Por muito tempo, tais tecnologias foram
questionadas por departamentos técnicos de usinas, consultores e fornecedores de cana, uma vez que o resultado obtido nem sempre atingia às expectativas.
Recentemente, foram realizados inúmeros avanços em pesquisa de novas moléculas e formulações, chegando ao mercado produtos com tecnologia embarcada, desenvolvidos por equipes multidisciplinares, com fisiologistas vegetais, químicos e especialistas em nutrição de plantas.
Com isso, os resultados insatisfatórios foram minimizados e o número de aplicações de foliares cresce de forma exponencial na cultura.

Veranicos

No entanto, as regiões produtoras do Centro-sul, em sua maioria, são regularmente atingidas por veranicos, nos meses de novembro a fevereiro (pico das aplicações), tornando as plantas estressadas e menos receptivas
aos produtos aplicados.
Como alternativa para reduzir riscos de baixa performance dos produtos aplicados, a Fertiláqua, um dos maiores grupos de nutrição, fisiologia de plantas e revitalização de solo, trouxe para o mercado de cana o Tensor Max,
que possui benefícios combinados para prover uma melhor adequação da calda de pulverização e conferir maior eficiência da aplicação e absorção pelas plantas.

A tecnologia conta com ação antiespuma, redução na deriva, efeito tamponante do pH, ação umectante, espalhante, dispersante e surfactante.

Este é um conteúdo da edição 302 do JornalCana. Clique aqui para acessar o texto na íntegra. 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X