fbpx

Adecoagro registra EBITDA ajustado 3,6% menor no acumulado de 2018 ante 2017

Adecoagro S.A. registra EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado 3,6% menor no acumulado dos doze meses de 2018 ante igual período do ano anterior.

A quebra é no segmento de açúcar, etanol e energia da companhia, que tem sede em Luxemburgo e atua em vários segmentos do agronegócio. No setor sucroenergético, a empresa controla três unidades produtoras: Angélica e Ivinhema, no Mato Grosso do Sul, e a Usina Monte Alegre, em Minas Gerais.

Segundo relatório divulgado na quinta-feira (14/03), a Adecoagro destaca que em 2018 apurou que o EBITDA ajustado apurou US$ 238,3 milhões, 3,6% abaixo de 2017, equivalente a US$ 9 milhões.

O desempenho negativo, conforme a empresa, reflete a maximização de produção de etanol, com mix médio alcooleiro em 74%, o que representou também receita menor em função do preço do biocombustível ser inferior ao açúcar.

As operações de colheita também foram afetadas pela estiagem, principalmente entre novembro e dezembro últimos. Como reflexo disso, as operações de colheita foram reduzidas em 10,9% no período.

Leia também: 

Mercado mundial de açúcar deverá ter grande déficit, projeta a Tereos

Comparativos

No comparativo entre o quarto quadrimestre de 2018 (4Q18) ante o mesmo período de 2017, o EBITDA ajustado dos últimos quatro meses do ano passado alcançou US$ 45,434 milhões, quebra de 44,1% ante os US$ 81,334 milhões do mesmo período do ano anterior.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X