fbpx

Açúcar gera prejuízo para usinas, diz especialista

Com o fechamento da primeira semana de setembro, o açúcar para o mercado externo é o produto que apresenta o pior resultado para as usinas, com um prejuízo equivalente a R$ 4,58 em relação ao custo de produção. A conclusão é de Arnaldo Corrêa, especialista da Archer Consulting. Inclusive existem usinas que deixaram de produzir açúcar há duas safras, como é o caso da Miriri, da Paraíba, por falta de preços compensadores. Corrêa explica que o efeito Tailândia desvalorizou o açúcar brasileiro fazendo com que o valor em reais atingisse o ponto mais baixo do ano no final de agosto, cotado a R$ 800,49 por tonelada.

O Boletim da Archer aponta que na composição do custo de produção, em R$/tonelada de cana, a cana é responsável por 65% do custo de produção de açúcar. Talvez isso explique o motivo de que nesta safra 2014/2015, o mix de produção aponte para 56% para o etanol e 44% para o açúcar.
No percentual destinado de toda a cana do Centro-Sul para diversos mercados, 32% vai para o hidratado, 23% para o anidro, 32% dela para o açúcar (NY) e os 13% restantes para o açúcar MI, conclui o Boletim.

cana açúcar prejuizo
Fonte: Archer
Fonte: Archer
Fonte: Archer
Fonte: Archer
Fonte: Archer
Fonte: Archer
Fonte: Archer

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X