fbpx

Acordo deve alterar importação de 750 milhões de litros de etanol sem impostos

Novidade deve ser anunciada nos próximos dias

Planta de etanol nos EUA: país é beneficiado com a venda de biocombustível sem impostos para o Brasil (Foto: Arquivo)

O Governo federal e lideranças do setor sucroenergético da região Nordeste do País devem chegar a acordo sobre a cota de importação de etanol.

Em vigência desde 31/08, o decreto permite a aquisição de 750 milhões de litros anuais dos EUA sem a a incidência de impostos.

O decreto amplia em 150 milhões o total de biocombustível e isso causou reações negativas de produtores do Nordeste, região na qual entra a maioria do etanol importado.

 

Leia mais:

Lideranças do Nordeste iniciam ofensiva contra entrada de etanol dos EUA

 

Projeto susta decreto do Governo

Diante a situação, foi apresentado o Projeto de Decreto Legislativo (PDL 614/19) que susta atos normativos do Executivo, como é o caso do decreto do etanol importado.

A tramitação desse Projeto de Decreto, no entanto, depende de acordo sobre o aumento da cota de importação.

Isso porque há a expectativa de um acordo sobre o tema com o Executivo.

“Estamos esperando a resposta da ministra da Agricultura [Tereza Cristina], que termina de fechar o acordo com os produtores do Nordeste”, disse Rodrigo Maia, presidente da Câmara.

“Espero que seja bem-sucedido para que a Câmara não tenha de pautar o decreto”, explicou ele à Agência Câmara.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X