fbpx

Abengoa tem R$ 309 mi do BNDES para 2G

O contrato de empréstimo junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tem o número 14212111 e foi assinado em 30 de dezembro de 2014.

Dividido em três parte, o contrato tem, no total, o valor de R$ 309,4 milhões. O montante é para implantar unidade de etanol celulósico, ou de segunda geração (2G).

Conforme detalhamento do BNDES, o contrato 14212111 é para a implantação de uma unidade produtiva de etanol de segunda geração, com capacidade nominal para 64 milhões de litros por safra, integrada ao processo tradicional, na unidade Abengoa São Luiz.

Leia mais: Abengoa tem prejuízo de R$ 140 milhões com etanol

Leia mais: Briga entre Abengoa e empresários chega ao STJ

Localizada em Pirassununga (SP), a Abengoa São Luiz, segundo a companhia, tem capacidade instalada para 90 milhões de litros de bioetanol por safra e produção anual de 285 mil toneladas de açúcar.

O consumo de cana-de-açúcar é de 3 milhões de toneladas por ciclo. A unidade pertence em 100% à Abengoa Bioenergia.

Leia mais: Espanhola cria joint-ventura com a EIG para energia

Abengoa São Luiz, em Pirassununga: futura unidade de 2G
Abengoa São Luiz, em Pirassununga: futura unidade de 2G

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X