fbpx

Abengoa dá detalhes da safra 16/17 de suas usinas de cana

Santos, diretor da Abengoa Bioenergia: safra nas duas usinas a partir de abril (Foto: Divulgação)
Santos, diretor da Abengoa Bioenergia: safra nas duas usinas a partir de abril (Foto: Divulgação)

A companhia sucroenergética Abengoa Bioenergia Brasil, braço da espanhola Abengoa, que controla as usinas de cana-de-açúcar São Luiz e São João, localizadas respectivamente nas cidades de Pirassununga e São João da Boa Vista, no interior paulista, dá detalhes sobre a safra 2016/17.

Confira o que informa a companhia sucroenergética:

  • Segundo a empresa, ela continua avançando em suas negociações visando sua reestruturação financeira e garantia de uma safra melhor em 2016
  • Para isso, a empresa já apresentou aos fornecedores de cana um plano de pagamento que garante a continuidade dos mesmos referentes a 2015 e, simultaneamente, toda operação para o trabalho ao longo deste ano
  • Esse plano foi apresentado para as entidades representativas do setor sucroenergético, como também individualmente aos fornecedores de cana
  • Já com os bancos, a Abengoa também avalia que houve um avanço e as negociações vão prosseguir nas próximas semanas.

 

  • O empenho nas negociações com os produtores de cana, ressalta a empresa, também reflete nas tentativas de acordos com as instituições financeiras.
  • Visando esse crescimento, no planejamento da Abengoa para a safra deste ano o objetivo é atingir, a partir de 1º de abril, a moagem de 5.860.000 toneladas de cana, superior ao total de 5.846.000 toneladas registrado em 2015
  • Na meta estabelecida para esse ano, também estão estimadas a produção de 485.000 ton de açúcar, 170.000 m3 de etanol e 557.000 MWh de energia.
  • Com esse planejamento estabelecido e já em andamento, a empresa descarta a possibilidade de demissões fora normalidade. Como a empresa não parou totalmente a moagem depois de dezembro, a contratação de mão de obra não foi muito alta. Foi mantida uma estrutura mínima para a operação em uma usina e agora estamos preparando as equipes para trabalharmos completos a partir de maio nas duas unidades

Leia o que diz Rogério Ribeiro Abreu dos Santos, diretor da Abengoa Bioenergia: 

“Com os acordos feitos no início do ano, fechados e cumpridos neste mês de abril, conseguimos avançar nas negociações com os fornecedores de cana. Com isso, tenho certeza, teremos tranquilidade para trabalhar a safra 2016. O nosso plano de reestruturação, em todas as áreas, está avançando dentro do esperado. Os fornecedores de cana estão aceitando em sua grande maioria nossa proposta de pagamentos referente a 2015. Acreditamos que conseguiremos ultrapassar todos os obstáculos que estamos enfrentando e, a partir de 2017, iniciaremos um período de crescimento de nossas usinas.”

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X