fbpx
JornalCana

5 fatos sobre a Odebrecht sucroenergética que escapam da crise da holding

odeAs usinas de cana-de-açúcar da Odebrecht Agroindustrial entram no cenário de crise vivenciada pelo Grupo Odebrecht, cujo presidente, Marcelo Odebrecht, está preso desde julho de 2015 por conta da Operação Lava Jato.

Na quarta-feira (22/11), o juiz federal Friedmann Wendpap determinou a indisponibilidade dos bens da Odebrecht e da Odebrecht Plantas Industriais.

Já nesta quinta-feira (23/11), executivos da Odebrecht começaram a assinar os acordos de delação premiada.

Esses acordos, que são considerados um tsunami político por possivelmente envolver políticos também com assento no governo Michel Temer, deverão render notícias nos próximos dias e meses.

Mas e a Odebrecht Agroindustrial, cujas usinas estão no encerramento da safra 2016/17?

O Portal JornalCana lista a seguir cinco fatos relacionados a empresa da holding Odebrecht focada no setor sucroenergético.

1

Previsão de safra

Em 09/05, a Odebrecht Agroindustrial divulgou previsão de moer 31 milhões de toneladas de cana-de-açúcar nas nove unidades produtoras localizadas em seis polos distribuídos nos estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A projeção é alcançar 2,1 bilhões de litros de etanol e 630 mil toneladas de açúcar.

2

Moagem da 15/16

Na safra 15/16, encerrada em 31 de março deste ano, as unidades da Odebrecht alcançaram 29,2 milhões de toneladas de cana, alta de 23% sobre a temporada 14/15, quando foram moídas 23,8 milhões de toneladas. Com o saldo, as usinas do grupo chegaram, na 15/16, a 2,1 bilhões de litros de etanol, 460 mil toneladas de açúcar e 2,2 mil gigawatts-hora (GWh) de energia elétrica exportadas.

 

3

Reestruturação da dívida

Em 09/07, a Odebrecht Agroindustrial informou ter concluído o processo de reestruturação de capital. Conforme a empresa, o processo contempla uma capitalização da Odebrecht S.A. na Odebrecht Agroindustrial no montante de aproximadamente R$ 6 bilhões, dos quais R$ 2 bilhões serão realizados por meio de aporte de ativos e R$ 4,0 bilhões em aporte financeiro, sendo que destes, R$ 2,5 bilhões serão destinados exclusivamente para redução imediata do endividamento da empresa, que diminuirá expressivamente sua alavancagem.

4

Parceria

Em 17/10, a Odebrecht Agroindustrial assinou parceria institucional com a equipe britânica de automobilismo Aston Martin Racing para a neutralização de emissões de carbono. Como captura mais gases de efeito estufa do que emite, a sucroenergética, ao tornar-se parceira oficial de sustentabilidade da Aston, garante a compensação das emissões da escuderia nas competições da FIA World Endurance Championship (WEC) GT que serão realizadas durante 2017.

5

Com fornecedores

A empresa anunciou, em outubro, em Campo Grande (MS), parceria com fornecedores de cana para viabilizar a expansão das áreas plantadas com custos competitivos e qualidade na operação, utilizando para isso a experiência e expertise de outros produtores para atuar em formação de lavoura, tratos culturais e corte, carregamento e transporte de cana-de-açúcar. O modelo de negócios é visto como estratégico para a Odebrecht Agroindustrial, que planeja ter até 40% de sua cana-de-açúcar proveniente de produtores. Na safra 2015/2016, a Odebrecht Agroindustrial trabalhou com 31 parceiros agrícolas, cuja produção foi de 4,9 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, o que representa 17% do total da moagem da empresa no período.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram