fbpx
JornalCana

3 dicas de executivos em favor das usinas de cana

O Portal JornalCana divulga a seguir três dicas de executivos de usinas sucroenergéticas para ampliar a produtividade das companhias de cana-de-açúcar.

São estratégias já divulgadas pelo Portal JornalCana e que reforçam o apoio na gestão do dia-a-dia das usinas que operam na safra 2015/16.

1

Controle e uso de micronutrientes

Michel da Silva Fernandes, gerente de produção agrícola da Usina Cerradão:

“Diferentemente de grande parte das usinas, na Cerradão estamos investindo em aumento de produtividade, pois o nosso custo global se dá em R$/tonelada. Portanto não podemos economizar em fatores que aumentam nosso índice de tonelada de cana por hectare, o TCH. Sem sombra de dúvidas para nós foram dois fatores indispensáveis: o controle correto de pragas e o aumento na utilização de micronutrientes e Nitrogênio no período das águas, quando o canavial está apto a recebê-los.”

Clique aqui para ler a entrevista com o executivo. 2007-06-21 Destilaria Vapor Usina Jardest Arte (6)

2

Sem antecipar negociação de açúcar

Eduardo Junqueira da Motta Luiz, diretor da Usina Açucareira Guaíra, de Guaíra (SP):

“Haverá um pequeno déficit de açúcar. E realmente está se consolidando um preço melhor. Acreditamos que o preço será melhor no próximo ano. Sobre o açúcar a ser produzido na 16/17 da Usina Açucareira Guaíra, não havia nada vendido até 24/09/2015. Nós trabalhamos sempre assim: nada vendido, nada negociado.”

Clique aqui e leia mais dicas de Eduardo Junqueira.

3

Indicadores de desempenho

Dárcio Payá

“Conhece o Balanced Scorecard? É uma ferramenta criada no início dos anos 90 pelos professores da Harvard Business School, Robert S. Kaplan e David P. Norton. Trata-se de uma metodologia de gestão através de indicadores de desempenho, organizados de forma a permitir que a administração acompanhe o cumprimento das metas estratégicas de curto e longo prazo. O BSC transforma a estratégia da empresa em uma matriz lógica, que permite a análise de causas e efeitos, dos vetores de desempenho e sua relação com os aspectos financeiros do negócio. É estruturado através de objetivos, indicadores, metas e iniciativas distribuídas em quatro perspectivas.”

Clique aqui para ler o texto de Payá na íntegra.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram